Eficácia e avaliação econômica do tratamento e vacinação de mastite crônica causada por Staphylococcus aureus.

Eficácia e avaliação econômica do tratamento e vacinação de mastite crônica causada por Staphylococcus aureus.

 
Resumo

Este estudo tem como objetivos: a) avaliar a eficácia da terapia com antibióticos associada à vacinação, de infecções intramamárias (IIM) crônicas causadas por Staphylococcus aureus (S. aureus) durante a lactação e secagem; b) avaliar a variabilidade genética das cepas de S. aureus de acordo com a resposta ao tratamento, pela técnica de amplificação randômica de DNA polimerase (RAPD); c) avaliar o custo-benefício do tratamento de casos de mastite subclínica crônica causada por S. aureus, pelo modelo estocástico de simulação de Monte Carlo. Para a avaliação da eficácia e custo-benefício da terapia durante a lactação, serão selecionadas 150 vacas com mastite subclínica crônica causada por S. aureus, as quais serão distribuídas aleatoriamente a um dos seguintes tratamentos: a) controle (sem tratamento), b) Intramamário + Injetável, c) Intramamário + injetável + Vacina. Para a mesma avaliação, na secagem, serão selecionadas 150 vacas com mastite subclínica crônica causada por S. aureus, as quais serão distribuídas aleatoriamente a um dos seguintes tratamentos: a) Intramamário, b) Intramamário + Injetável, c) Intramamário + Vacina, d) Intramamário + Injetável + Vacina. Para ambas as terapias (lactação e secagem), a vacina antimastítica será a TopVac (Hipra Espanha), o antibiótico injetável será à base de enrofloxacina, dose única (concentração: 10%; dose: 7,5 mg/kg), e o antibiótico intramamário à base de ampicilina (75 e 250 mg, na lactação e na secagem, respectivamente) + cloxacilina (200 e 500 mg, na lactação e na secagem, respectivamente). Os isolados de S. aureus serão submetidos à análise de polimorfismo dos segmentos de DNA obtidos por amplificação randômica do DNA (RAPD-PCR). A avaliação econômica do tratamento com antibióticos associados com a vacinação será realizada pelo modelo estocástico de simulação de Monte Carlo, que calcula os custos de casos tratados e não-tratados de mastite subclínica crônica causada por S. aureus.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>