Capacidade de formação de biofilme e resistência aos antimicrobianos de patógenos causadores de mastite bovina.

Capacidade de formação de biofilme e resistência aos antimicrobianos de patógenos causadores de mastite bovina.

 
Resumo

A produção de biofilme bacteriano é umas das principais causas de falhas no tratamento com antimicrobianos. Staphylococcus aureus é um patógeno primário contagioso, causador de mastite crônica e resistente a tratamentos com antimicrobianos por fatores de virulência sendo um deles a capacidade de produção de biofilme. Streptococcus uberis é um patógeno primário de origem ambiental, com alta prevalência em rebanhos leiteiros que também pode produzir biofilme. Os objetivos deste estudo serão avaliar a capacidade de formação de biofilme, resistência aos antimicrobianos e identificação em nível de subespécie de isolados de S. aureus e S. uberis. Além da determinação da capacidade de formação de biofilme em microplacas de poliestireno, os isolados de S. aureus e S. uberis serão submetidos ao procedimento de genotipagem pela técnica de polimorfismo dos segmentos de DNA obtidos por amplificação randômica (RAPD-PCR) e ao teste de disco difusão de antibióticos em agar Mueller Hinton.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>